24 de fevereiro de 2007

martini

Benoît A. Côté, Orchestre local

No interior do velho salão de baile, a orquestra tocava ainda, alheada do fim da festa e desouvindo o ruído das máquinas que começavam agora a demolir o tempo.

1 comentário:

cb disse...

demolir... o tempo?