18 de junho de 2007

ver




Naquela noite, o rei Baltasar, depois de a Lua ter desaparecido atrás das montanhas, subiu ao cimo dos seus terraços e disse:

- Senhor, eu vi. Vi a carne do sofrimento, o rosto da humilhação, o olhar da paciência. E como pode aquele que viu estas coisas não te ver? E como poderei suportar o que vi se não te vir?



Sophia de Mello Breyner Andresen, "Os Três Reis do Oriente", Contos Exemplares. Porto: Figueirinhas, 2004 (35ª edição).

1 comentário:

jmp disse...

Pois é, a busca do sentido é que dá sentido à busca. Obrigado, amigo.